Sábado, 23 de Maio de 2020

Em Salvaterra de Magos -QUANDO NA QUINTA-FEIRA DE ASCENSÃO, Sempre se apanhava a Espiga!

QUANDO NA QUINTA-FEIRA DE ASCENSÃO,

Sempre se apanhava a Espiga!

Da Pascoa à Ascensão – 40 dias vão!

Na reforma administrativa realizada em Portugal, em 1936, foi criada a Província do Ribatejo. É uma região genuína na Lezíria do Tejo, e Salvaterra de Magos, estava no seu coração,  deixou de estar na Província da Estremadura. Era naquele dia 17 de Maio, que o povo religioso, guardava o preceito da ascensão da elevação de Jesus Cristo ao céu.  Vinha também de séculos, a tradição, do povo ir ao campo, e passá-lo numa festa de misto religioso e profano.

Com a república em 1910, foi dada a figura jurídica ao feriado municipal, e finalmente com a nova província ribatejana, 10 dos seus concelhos (1), escolheram, um dia móvel, daquele mês de Maio, em plena primavera, para o povo festejá-lo com gestos festivos, e ir ao campo e conviver com familiares e amigos. Manhã cedo era de ver as filas de gente a pé, em carroças e outros transportes, a caminho do campo, e passar o dia em são convívio, onde a vozearia das cantigas punham em dessossego a passarada que voavam pelas cearas em busca de sementes. - estava-se em tempo de criações!

Outros iam pagar as suas promessas, a S. Baco, ali ao pé de casa – no antigo Convento de Jericó. Havia quem fosse à romaria do Senhor da Boa Morte, em Povos – Vila Franca de Xira, e chegavam até a ir à Ermida de Alcamé, em plena Lezíria, onde havia um cortejo religioso do povo de Samora Correia.

Havia lavradores, que aproveitavam o dia feriado da Quinta-feira da Ascensão, e faziam as ferras, e tentas dos seus bezerros bravos, depois do desmame dos animais. Nesse dia lá tinham num almoço amigos convidados na festa.

Aos seus trabalhadores e ao povo em geral, ofereciam um lanche. Alguns artista da revista e cantadores de fado, de Lisboa, convidados aproveitavam aquele dia de convite, e vinham a Salvaterra – passar pela primeira vez o dia em pleno Ribatejo.

 

dia_da_espiga.jpg

Com as cearas de trigais e manadas de gado, pastando bem à vista, os grupos  escolhiam umas sombras de um bom arvoredo, e  ali eram abertos os estendais, onde os farnéis seriam repartidos por todos. Naquele ano, o pároco da freguesia de Salvaterra, que vivia isolado numa dependência da Igreja Matriz da vila, aos domingos e dias solenes, era convidado pelas famílias, mais abonadas da terra, para um almoço de convívio familiar à mesa repleta de iguarias, também esteve presente.

O Sacerdote, naquele dia depois da Eucaristia celebrada na Igreja de São Paulo, lá apareceu na sua mota (2), no Campo dos Freires. Antes da hora do almoço, foram interrompidos os festejos dos adultos, e as brincadeiras dos jovens e das crianças.

 O Padre; Manuel, naquela festa campestre vestiu os seus paramentos religiosos, e presidiu à pequena cerimónia campal onde foi evocado Santo Antão, em favor da sua bênção para a fertilidade dos animais e pedido pelos presentes que, intercedesse para olhar por melhores colheitas nos campos.

Pela tarde fora, os adultos e os mais idosos, dormiram uma sesta, enquanto entre os jovens foram trocados olhadores e acenos.  

A ocasião era propícia, com frequência, ao despontar de sentimentos entre moços e cachopas, trocas de espigas e de olhares em tarde de Maio quente que, depois davam namoro e muitas vezes ligações para a vida inteira. Fazia-se roda, contavam-se histórias, desfiavam-se cantigas e dançava-se ao toque da concertina, da gaita-de-beiços ou de outro instrumento que alguém levasse e soubesse tocar.

 Ao findar daquele dia, havia a apanha da espiga;  nesta região da Lezíria, bastava um ramalhete de três espigas de trigo; três malmequeres amarelos:  três papoilas; mais um raminho de oliveira em flor.  Era em casa, pendurado nas costa da porta de entrada, substituindo o do ano anterior, sempre na crença de maior sementeiras e fertilidade nos animais.

 Durante uns tempos, era conversa entre os jovens –Este ano, sempre apanhas-te a espiga!

*José Gameiro

*******

Notas; (1) –Alcanena, Almeirim, Benavente, Chamusca, Cartaxo, Torres Novas, Golegã, Salvaterra de Magos e Vila Franca de Xira 

(2)- O Padre Manel, como era carinhosamente tratado e conhecido, à muito vivia em Salvaterra, e transportava-se numa mota – um dia nas suas deslocações às povoações do concelho, teve um acidente nas Ponte do Paul de Magos, onde viria a morrer – foi sepultado no cemitério da freguesiNa reforma administrativa de 1936, a região do Ribatejo, que sendo genuína na Leziria do Tejo, estava até aí na Província da Estremadura.  a de Salvaterra de Magos.

publicado por historiadesalvaterra às 18:12
link | comentar | favorito

.mais sobre o autor

.pesquisar

 

.links

.arquivos

. Setembro 2020

. Julho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


blogs SAPO

.subscrever feeds