Sexta-feira, 13 de Junho de 2014

CRÓNICA DO NOSSO TEMPO - SANTO ANTÓNIO, CASAMENTEIRO

 

Há quem não goste do dia 13. Fazem até figas, algum Presságio ou infortúnio marca a sua vida  - dizem !....

 Para mim é um dia marcante - Foi o dia que foi aceite o meu namoro - Uma data, com meio século de vida.

 

Estamos em Junho, época dos Santos  Populares – S. António, S. João e S. Pedro.  As festas populares, estão enraizadas em Lisboa e no Porto.

  Em tempos, que não estão muito longe de nós, constituir família, era uma realização pessoal, um dogma na crença dos ensinamentos  do cristianismo.  Quem não queria casar pelo S. António?   O já extinto  vespertino de Lisboa, Jornal Diário Popular, em 1958,  teve a iniciativa e manteve  por alguns anos  os casamentos de Santo António.

  Usando a tradição religiosa, no dia do santo padroeiro de Lisboa, organizava o matrimónio de grupos de noivos  ajudava-os  na concretização dos seus sonhos.  O Comércio, a Indústria e os Serviços, apoiando a iniciativa viram ali uma forma de publicidade dos seus produtos. 

Os noivos mais carenciados, recebiam todo um conjunto  de ofertas para  um lar, que de outro modo andariam anos a fio a mealhar.  Este juntar de dinheiro dos futuros nubentes, durava muitas vezes  o tempo de namoro, que sendo pré- condição para o ato de passarem a serem respeitados numa nova  vida social.  O namoro enquanto durava, servia para cimentar um amor profundo, muitas vezes sem implicar qualquer tipo de intimidade, iniciado com a troca de um olhar cheio de ternura, sendo o pedido do compromisso pelo pretendente, feito através de uma carta, mesmo vivendo na mesma rua, ou no mesmo prédio.  O Carteiro sendo o mensageiro, era um fiel guardador de tal segredo, que unia duas almas.

   O desejo de se ter uma família onde o virtuosismo de ambos em se compreenderem – mesmo nos momentos mais dolorosos, porque passa  um casamento, viria a culminava no final das suas vidas - viver entre a prole de filhos,  netos e algumas vezes de bisnetos. Naquela época, era assim completa felicidade encontrada. 

 

 

 Nos dias que passam, este ato cívico, tem outro tempo.  Não tem qualquer  sentido existir, para as novas gerações, não se reveem naquele cerimonial, onde o noivo à porta da Igreja, espera que lhe seja entregue a noiva, com seu vestido nupcial e ser levada  até ao altar, num cortejo que só se faz uma vez  na vida.   

 Vive-se o prazer de uns idílicos dias de paixão. Tem-se um companheiro.  Vive-se anos a fio – uma vida conjugal,  perante a sociedade, com o ( eu, vivo com  o meu namorado) , união fruto dum fogaz encontro , onde existiu uma breve  conversa, ou  um copo de bebida de permeio,  num bar qualquer, numa festa em que os presentes  ali presentes se falaram pela primeira vez.À mais pequena contrariedade familiar, lá está  a desunião mostrando as malas à porta, com a maior parte das vezes  acompanhadas  de pequenas crianças,  que na reviravolta  estão entregues aos avós,  esperando  os progenitores por  uma nova união de fato.

Nos últimos anos  a televisão e a Câmara de Lisboa, porque S. António,  tem na cidade  os seus devotos, voltaram a recuperar estes casamentos.  

 É Uma festa televisiva.  É uma festa popular!....

publicado por historiadesalvaterra às 12:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre o autor

.pesquisar

 

.links

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28


.VISITANTES

blogs SAPO

.subscrever feeds