Terça-feira, 3 de Junho de 2014

CRÓNICA DO NOSSO TEMPO - Pe Prof. Dr. Manuel António Naia da Silva

 

 O Padre Manuel António Naia da Silva, nasceu em Salvaterra de Magos, em 1941, filho de pais pescadores no rio Tejo, oriundos da Murtosa,  dos chamados “Cagaréus” da ria de Aveiro.  Depois das horas de escola, brincámos pelo empedrado do cais da vala real, com os jogos da bola, próprios da rapazio da época. Vivíamos, ali na rua de Baixo, no Botaréu da Capela, e assisti muitas vezes ele acompanhar o pai – António Naia, na pequena embarcação, na pesca em águas do rio Tejo. Comi das ementas tradicionais da  família (agora recuperadas e confecionadas na restauração local), no mês da Enguia.

 

Depois que saímos da escola primária, percorremos caminhos diferentes. Eu, fiquei-me por ali, entrando na vila profissional.

Manuel Naia, frequentou os seminários de Santarém, Almada e o Cristo-rei (Lisboa), de onde saiu padre, com a frequência nos estudos teológicos. Na família tinha já um religioso, um seu primo, que chegou a  Arcebispo da Diocese Braga.

 Quando ainda Diácono, esteve na paróquia da Azambuja.

 Nesta mesma localidade, iniciou a sua caminhada religiosa, depois de ordenado padre em 18 de Dezembro de 1965, com a primeira missa, na sua terra natal, onde estive presente a convite de suas irmãs.

 Caldas da Rainha, Couto e ultimamente em Benfica (Lisboa), são locais da sua permanência como Sacerdote.

O Padre Manuel Naia, muito cedo manifestou um gosto pelo ensino, foi diretor do Externato Diocesano Ramalho Ortigão.  Em 1989, apresentou  na Universidade Clássica de Lisboa, a sua licenciatura de doutoramento, com um trabalho a que deu o título:  OCTÁVIO * Minúncio Félix. Atualmente, dá a sua colaboração na Universidade Nova de Lisboa.

 

Da sua vasta obra bibliográfica e que nos ofereceu alguns exemplares retiramos:

 

* Um pequeno texto da “A Memória  dos Benefícios em Séneca e no Infante das sete partidas” – Inserido na Revista Nº 12  de 1999, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

 

 

 

* Panorâmica da Literatura Latina (Contexto, Texto e Análise) Lisboa 2006

Temas Comuns No De Beneficiis de Séneca e na Virtuosa Benfeitoria  do Infante D. Pedro – Lisboa 1996

 

 Muitos anos já passaram, ainda continuamos amigos!...

 

JOSÉ GAMEIRO

publicado por historiadesalvaterra às 17:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre o autor

.pesquisar

 

.links

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28


.VISITANTES

blogs SAPO

.subscrever feeds