Quarta-feira, 30 de Abril de 2014

Crónica do Nosso Tempo - O Rei Filipe III, esteve em Salvaterra!....

 Portugal, esteve sob  de realeza estrangeira, em 1640, o povo voltou a senhor do seu destino.  de  rei Filipe III, de Portugal, iniciou a sua visita ao país, saindo de Madrid a caminho de Évora.  No entanto segundo o relato da compilação de alguns historiadores, o Monarca iniciou a saída no dia  22 de Abril 1619,  de Madrid, rumo a Badajoz.  Havia já alguns anos que o rei vinha prometendo aos portugueses tal visita, pois em Espanha, existia sempre alguma contrariedade para o seu adiamento.  Como amante de passatempos de pesca e caça, sempre programou a sua passagem por Salvaterra de Magos, pois a sua Coutada era muito referenciada nos salões das cortes da restante Europa.  Não fez a visita a caminho de Lisboa.  Em Maio, grandes chuvadas, não permitiram a passagem da comitiva na Ribeira de Coruche.  

     Só no regresso a Espanha, não deixou de visitar Salvaterra, onde esteve alojado no seu Paço real, dois dias (7 e 9 de Outubro), onde praticou  de manhã a caça aos Javalis, que existiam na Coutada, no sitio do Vale do Grou, e de tarde despachou assuntos do Reino, na secretaria instalada ali numa pequena artéria da povoação, a escassos metros de uma bonita fonte.  Nos anos que esteve prometida a viagem, foram angariados fundos em Portugal, entre o povo para custeá-la, evitando assim gastos aos cofres da União Ibérica.

 

 

 

 

 Algumas obras foram feitas no país, segundo o intenerário traçado da passagem, para seu apreço da riqueza patrimonial, sendo as de maior vulto as de Lisboa.  Alguns cronistas, registam que será daquele tempo, que o Paço de Salvaterra, teve obras de conservação, e na antiga Ponte da Vala, foram colocadas, nos seus arcos, corta águas em pedra,  para “amanssar” as fortes correntes de àguas revoltosas em tempos de cheias, que alagavam os campos vindas do rio Tejo, mesmo ali a beijar a povoação.

 Portugal, esteve sob o dominio estrangeiro,  durante várias décadas, e em 1640, o povo voltou a senhor do seu destino.

 

JOSÉ GAMEIRO

publicado por historiadesalvaterra às 15:34
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre o autor

.pesquisar

 

.links

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28


.VISITANTES

blogs SAPO

.subscrever feeds