Segunda-feira, 8 de Outubro de 2012

OS ALUNOS, VIERAM DESENHAR NA RUA!......

  Andavamos nós no nosso passeio matinal, e  passando na Praça da República, reparamos em três jovens, sentados no chão, aproveitando a sombra de uma árvore, com o busto de D.Dinis, mesmo ali ao lado, tendo cada um deles sob as pernas umas folhas de papel.  Uma menina do grupo, gritou. Olha, o senhor Gameiro!... Reparando no alerta, aproximei-me, e a menina disse: Eu, conheço o senhor. Cumprimentei os jovens e reparei que cada um desenhava a frontaria do edificio camarária de Salvaterra de Magos.

A jovem, fez a apresentação, este senhor é o historiador cá da terra. Retorqui, não é bem assim, não sou nada disso, apenas quando me pedem, tento dar uma ajuda, naquilo que posso e sei.  Os desenhos ainda estavam atrasados do seu final, lá disse: Sabem de que época é  o edificio que estão a desenhar. O jovem que estava ao meio, lá respondeu, não sabemos!...

 Lá, me apressei a dar o mote para a identificação do que estavam a desenhar;  será do séc. XVIII, e foi doado pela raínha D. Maria II, pois o que existia á muito estava danificado, pelo terramoto de 1755.

 

 

 

Continuando o nosso passeio, encontramos a um canto, encostado às escadarias da Igreja Matriz, mesmo em frente à antiga residencia do Monteiro-Mor, agora convertida em café, um jovem sentado com as pernas cruzadas, com os ascultadores nos ouvidos, lá se entretinha a dar os traços finais no desenho do edificio da familia Roberto(s), dando grande promenor às pedras das janelas e portas, com os azulejos bem delineados.  Um cumprimento – de bom dia da minha parte, o jovem respondeu e foi iniciado um pequeno dialogo. Então, vai sair daí um bonito desenho, disse eu. O Jovem Kevin Cruz, do 12º ano, disse pertencer à disciplina A, e a sua turma andava a desenhar edificios e construções de relevo existentes na vila de Salvaterra.

 Olhando de solsaio, para o desenho reparei no seu bonito traço. Logo me meio à mente, porque não, uma reconstituição, que à muito pretendo, do interior do que foi uma bela sala de cinema/teatro dos bombeiros.    Entretanto aproximou-se a solicita e vigilante professora, Helena Gaspar, já minha conhecida, dando-me mais promenores sobre esta importante tarefa dos estudantes da escola de Salvaterra, virem à rua constatarem

com o que o rodeiam, fazendo disso uma recordação – Os alunos vieram à rua!.......

 

 

JOSÉ GAMEIRO

Nota:  Foto do Edificio da Familia Roberto, Foto do autor, Março 2011

publicado por historiadesalvaterra às 16:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre o autor

.pesquisar

 

.links

.arquivos

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Fevereiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28


.VISITANTES

blogs SAPO

.subscrever feeds